Ipatinga, 14 de Dezembro de 2017
LINHA DO TEMPO

25 DE MAIO DE 1950

Criação do DISTRITO DE BARRA ALEGRE, pertecendo ao município de Coronel Fabriciano e atualmente distrito de Ipatinga



Grande parte das terras do Barra Alegre foi adquirida por José Anatólio Barbosa, que montou ali uma fazenda e cuja família era a mais influente do local.


IPATINGA - Criação do DISTRITO DE BARRA ALEGRE, pertecendo ao município de Coronel Fabriciano e atualmente distrito de Ipatinga.

O povoado de Barra Alegre – a antiga Água Limpa – pertenceu a quatro outros municípios: Itabira, Ferros, Antônio Dias e Coronel Fabriciano. Originou-se de cinquenta alqueires de terra que o arcebispo de Mariana doou a Nossa Senhora da Imaculada Conceição, para que fossem cedidos às famílias por meio de posse. Grande parte das terras foi adquirida por José Anatólio Barbosa, que montou ali uma fazenda e cuja família era a mais influente do local. José Fabrício Gomes é tido como a primeira pessoa nascida em Barra Alegre.

No ano de 1920, na região, havia umas vinte casas, uma escola e uma igreja. O único acesso era por uma estradinha (trilho), que vinha de Mesquita e passava no povoado, indo para Santo Antônio (São Geraldo) e Melo Viana.

A economia de Barra Alegre era baseada na produção agropecuária, mas tornou-se o centro das atenções devido aos bailes e festas com manifestações culturais, religiosas e políticas, que atraíam gente de todas as cidades vizinhas.

Em 1964, Barra Alegre foi incorporado a Ipatinga na qualidade de distrito, ao qual pertencem os seguintes bairros: Cidade Nobre, Vila Celeste, Esperança, Vila Formosa, Limoeiro, Chácara Madalena, parte do Bom Jardim, Canaã e a Zona Rural de Ipatinga, sendo Barra Alegre a sede do distrito. Funcionou lá o primeiro cartório civil, hoje instalado no bairro Vila Celeste.

O distrito de Barra Alegre limita-se com o município de Ipatinga pelo Córrego Bom Jardim e Córrego Taúbas. Suas ruas foram denominadas com nomes de acidentes geográficos, pelo Decreto Nº 528, de 22 de março de 1974.

Barra Alegre tem como ponto inicial e final o ponto P 65 (58440; 28250). Sobe pelo divisor de vertentes do espigão que separa os bairros Chácaras Madalena e Barra Alegre, passando pelos pontos P 65 (58425; 28775), P 56 (59090; 30150), P 10 (59110; 31715); do ponto P 10 segue pelo divisor de vertentes que separa os bairros Barra Alegre do bairro rural Pedra Branca, passando pelo ponto P 9 (58275; 30520), descendo o divisor de vertentes, cruzando a estrada para Pedra Branca passando pelo ponto P 8 (57500; 30885), subindo pelo divisor de vertentes até o ponto P 7 (56130; 30725); deste ponto segue pelo espigão divisor de vertentes em direção ao ponto P 6 (56835; 28950) até o Ribeirão Ipanema; desce pela margem esquerda do Ribeirão Ipanema até o ponto P 69, ponto final.

. Área (km²): 2,9

. Habitantes (censo 2010): 2 344
- Mulheres: 1 179
- Homens: 1 165

. Domicilios particulares: 469

. Rendimento mensal médio (R$): 335,01

 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br