Ipatinga, 26 de Fevereiro de 2021
NOTÍCIAS

Reforma da Igreja do Ipaneminha

Mutirão e doações agilizam as intervenções emergenciais para não deixar a capela desmoronar


O escoramento da igreja já foram iniciados, o piso e o altar já foram retirados para reestruturação da base da capela. Após os reparos no escoramento e base, o telhado será restaurado

As obras de reparos urgentes na capela São Vicente de Paulo, conhecida como a igreja do Ipaneminha, interditada em janeiro deste ano, já foram iniciadas. Com ajuda de voluntários, o escoramento das colunas da igreja está em fase final. O piso de assoalho foi retirado para restauração. Um mutirão realizado no último sábado (8) deu o pontapé inicial no processo. A reportagem do DIÁRIO DO AÇO esteve no local na tarde de ontem, onde o administrador da paróquia São Pedro (responsável pela capela), padre José Pinheiro, trabalhava como pedreiro com auxílio de duas pessoas.

Estudante de arquitetura e urbanismo, o pároco acompanha o projeto de restauração e ajuda com trabalho braçal na obra. Segundo ele, as ações prioritárias foram iniciadas em função da doação de alguns materiais por parte da administração municipal de Ipatinga, doações em dinheiro depositadas em conta bancária e apoio de voluntários. Neste sábado, um novo mutirão vai finalizar o escoramento da igreja. Na última semana, o altar também foi desmontado e guardado. “Ele está em um cômodo livre de umidade e será colocado no local novamente após a reestruturação do piso”, informou padre Pinheiro.

. Etapas

O administrador paroquial explicou que o escoramento da igreja é a primeira parte a ser feita para evitar que ela desmorone durante a restauração e com o período de chuva. O piso foi retirado e as tábuas enumeradas para futuro reaproveitamento. “Elas serão escovadas e as que estiverem em boas condições serão reutilizadas no reparo do assoalho. Aquelas que não estiverem boas serão trocadas por novas. Já temos todas as tábuas necessárias”, disse.

A retirada do piso neste momento é feita para a reestruturação da base da capela. “Depois de escorar e retirar o piso da igreja, vamos demolir e reconstruir as paredes, pouco a pouco, para refazer a base o e esteio que estão deteriorados”, detalhou o padre. O próximo passo será restaurar o telhado. “Depois que o deixarmos pronto vamos fazer a parte do piso”, completou padre Pinheiro.

. Envolvimento

Após os reparos no escoramento e base, o telhado será restaurado

O projeto arquitetônico da restauração está sendo feito, voluntariamente, pelos arquitetos Ricardo Croché, Rogério Braga e Kênia Alves. O administrador paroquial destacou o envolvimento da comunidade e demais setores da sociedade na causa. “Muitas pessoas estão dispostas a doar mão de obra ou contribuir de alguma forma. Sábado passado, um empresário passou por aqui e ao nos ver trabalhando garantiu a doação de todo cimento necessário na reparação. Essas ações são importantes, pois se trata de um patrimônio da cidade”, afirmou.

. Campanha

Uma campanha circula na cidade pedindo doações para a restauração. Padre Pinheiro informou que até o momento cerca de R$ 14 mil já foram doados. A obra em sua totalidade está orçada em R$ 230 mil. A equipe também recebe doação de objetos a serem sorteados na festa de inauguração da igreja, sem data definida. No dia 29 deste mês será realizada uma festa na paróquia São Pedro, localizada no bairro Limoeiro. A verba arrecadada com a comercialização dos produtos será revertida para a obra. A conta destinada a doações é: Banco do Brasil, agência 3003-1; conta 35373-6.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br/noticias.aspx?cd=66439




 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br