Ipatinga, 17 de Janeiro de 2020
NOTÍCIAS

CORONEL FABRICIANO: Pioneira na habilitação

- Esposa de ferroviário foi uma das primeiras mulheres a tirar carteira de motorista em Fabriciano


Geni Carvalho relembra com saudade os tempos de trânsito tranquilo no município

Muito antes dos engarrafamentos, do estresse provocado pelo excesso de veículos e da vida agitada do século 21, ela se tornou uma das primeiras mulheres a se habilitar como motorista em Coronel Fabriciano. A pioneira Geni Souza Carvalho, 79, viu de perto as mudanças no trânsito do município, antes constituído apenas pelas tradicionais ruas do centro.

Nascida em Antônio Dias, Geni se casou com Abel de Carvalho e se mudou para Fabriciano. O marido era funcionário da Vale do Rio Doce, e passava muitos dias viajando. Por isso, dirigir passou a ser uma necessidade. Quando foi aprovada no exame de habilitação, em 1971, não existiam autoescolas na região. Geni aprendeu a dirigir sozinha. “Fui dirigindo e aprendendo aos poucos, eu pegava até caminhão da empresa e ficava manobrando dentro do pátio. De vez em quando, dava uma voltinha ali por perto e fui aprendendo”, relembra. O processo era formado apenas por duas etapas: o psicotécnico e o exame de rua.

Mas andar de carro ainda não muito comum, pois Fabriciano tinha poucas ruas no Centro da cidade e os veículos também eram escassos. “Ainda não havia estradas direito, a gente quase não saia. Na viagem para Belo Horizonte, tínhamos de passar por Dionísio e era muito longe. Então, nem íamos de carro”, conta a pioneira.

Diante de tantas modificações no tráfego de Fabriciano, presenciadas nessas últimas décadas, Geni Carvalho acredita que não há como implantar tantas melhorias, devido às limitações e o estreitamento das ruas. “O que é importante é a consciência dos motoristas porque eles que precisam saber como dirigir em uma cidade movimentada como está hoje”, pondera.

. Família de pioneiros

O marido de Geni Carvalho, Abel de Carvalho, ex-ferroviário da região e hoje com 84 anos, é filho do pioneiro Mário Carvalho, um dos construtores da estrada de ferro Vitória-Minas, e que empresta o nome à Estação Ferroviária de Timóteo. Em algumas de suas contribuições para a história de Fabriciano, Abel de Carvalho realizou a terraplanagem para a construção da Igreja Matriz de São Sebastião e a abertura da tradicional rua Marechal Floriano.

Foto: Silvia Miranda

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br/noticias.aspx?cd=69413


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br