Ipatinga, 20 de Agosto de 2019
NOTÍCIAS

Record envia equipe de ponta a Ipatinga

- Luiz Gustavo revela que em São Paulo colegas de profissão ficaram perplexos ao tomarem conhecimento do brutal assassinato


Em busca de relatos sobre o caso, Luiz Gustavo entrevista a editora do jornal “Diário Popular”, Anna Sylvia Rodrigues

O premiado jornalista Luiz Gustavo da Luz, o ‘Biló’, e uma equipe televisiva de ponta, chegaram nesta quarta-feira (13) a Ipatinga, enviados pela Rede Record, para realizar uma reportagem especial sobre o assassinato do repórter policial Rodrigo Neto, 33, que trabalhava no jornal “VALE DO AÇO” e Rádio Vanguarda. O crime ocorrido na madrugada da última sexta-feira (8) estarreceu profissionais de Comunicação em todo o país, e a repercussão do caso foi mais além, chegando ao conhecimento de órgãos internacionais. A matéria da Record deve ir ao ar no programa “Domingo Espetacular”, comandado por Paulo Henrique Amorim.

“Causa perplexidade o fato de que todas as evidências sugerem que o crime está vinculado ao exercício da profissão. Os tiros atingiram Rodrigo, um pai de família que deixa esposa e filho, mas os estilhaços se projetam na própria liberdade de expressão. Um país que lutou tantos anos por democracia, tanto sangue derramado, não pode permitir que o direito conquistado pela imprensa de noticiar livremente os fatos possa ser constrangido pela violência contra os profissionais da área”, avaliou o jornalista.

. APURAÇÃO

Luiz Gustavo entrevistou jornalistas de Ipatinga que conviveram com Rodrigo Neto, entre eles o assessor da Câmara Municipal, Breno Brandão e a editora do jornal “Diário Popular”, Anna Sylvia Rodrigues. Seguindo reportagem que estampou a capa na edição desta quarta do jornal VALE DO AÇO, ‘Biló’ também procurou a viúva do jornalista assassinado, Beatriz de Oliveira Faria, a ‘Bia’.

“Quando tomamos conhecimento do episódio, antes mesmo de ser pautado para vir apurar o caso, estávamos acompanhando o julgamento do goleiro Bruno, também em Minas Gerais. No momento em que chegou à internet a notícia de que um jornalista foi morto de forma tão brutal, os colegas na redação ficaram inquietos. Cada um de nós foi capaz de se ver no lugar de Rodrigo”, contou o repórter da TV Record.

O tema será destaque na programação nacional da emissora, como manifesto em defesa da democracia e cobrança junto às autoridades pela apuração rápida do caso. “Chegou a hora de protegerem a sociedade. Garantir o que está na Constituição de 1988, que é a Carta Magna do país. O papel do jornalista é justamente de ser intermediário entre o sofrimento do cidadão e aqueles que têm meios para resolver os problemas. Rodrigo Neto era a voz do povo nesta região tão admirada pela beleza, potencial econômico. O que se espera é a aplicação da Lei, que os responsáveis sejam penalizados por um ato que vai contra a liberdade de expressão”, concluiu Luiz Gustavo.

Natural de Governador Valadares, o jornalista e advogado que hoje tem 28 anos de profissão iniciou sua carreira na TV Leste. Na Rede Globo, onde trabalhou por 22 anos, Luiz Gustavo produziu matérias para diversos programas jornalísticos, tais como Fantástico e Bom Dia Brasil. Somente para o Globo Repórter, foram 19 reportagens especiais. Desde novembro de 2009 na TV Record, ‘Biló’ se diz muito satisfeito na nova emissora, onde tem a oportunidade de correr o mundo em busca de informações que sejam relevantes para o telespectador.

- Xingó diz que orientou Rodrigo a mudar rotina

O ex-delegado Regional da Polícia Civil, João Xingó, negou nesta terça-feira (12) que tivesse sido comunicado pelo Ministério Público quanto a supostas ameaças recebidas pelo repórter Rodrigo Neto em 2011 e 2012. Em declarações ao jornal VALE DO AÇO, o promotor Bruno Cesar Jardini disse que seu antecessor, Cesar Augusto dos Santos, teria notificado os comandos da PC e da PM.

Havendo um protocolo por parte do MP, Xingó, hoje aposentado, considera que medidas administrativas deveriam ser adotadas pela PC para apurar responsabilidades.

Contudo, Xingó revelou que Rodrigo teria estado em seu gabinete em setembro de 2011 para relatar supostas ameaças por parte de um PM, o que fez apenas informalmente. “Ele me disse que iria pessoalmente marcar uma agenda com o Comando do 14º Batalhão e com o policial militar que o estaria ameaçando”.

Ainda segundo o delegado, Rodrigo lhe contou pelo Facebook (o que tem gravado) que esteve com o comandante e o PM posteriormente, tendo este lhe garantido num contato frente a frente que não iria tentar nada contra a sua pessoa.

Apesar disso, Xingó disse que chegou a aconselhar o repórter para tomar certos cuidados, como mudar a rotina de deslocamentos na saída e volta do trabalho, além de sempre andar acompanhado e não frequentar bares e similares.

Lembrando que Rodrigo foi mestre de cerimônia em vários eventos realizados pela PC, Xingó disse ser amigo pessoal dele e enfatizou seu bom relacionamento com a Civil, elogiando: “Conhecia-o desde 2000. Era um repórter em quem eu depositava toda a minha confiança, por se tratar, de fato, de um profissional diferenciado na cobertura policial”.

- Vereadores usam tarja preta e fazem minuto de silêncio

Por iniciativa do 1º secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano (CMCF), vereador Xingozinho (PP), os 17 parlamentares da Casa usaram tarjas pretas nos braços durante a Reunião Ordinária realizada na noite dessa terça-feira (12), no plenário, para protestar contra o assassinato de Rodrigo Neto, ocorrido semana passada. Os vereadores fizeram também um minuto de silêncio pelo repórter e bacharel em Direito, além de aprovar o Requerimento nº 57/2013, de autoria do presidente Marcos da Luz (PT) e assinado por todos, com votos de pesar aos familiares. No documento, cujas cópias serão encaminhadas aos órgãos de segurança pública, os vereadores também pedem providências e apuração rigorosa para o caso.

“O Rodrigo Neto foi um grande colaborador da Comissão de Direitos Humanos aqui da Câmara, quando eu a presidi”, lembrou Marcos da Luz.

Foto: Lairto Martins

Fonte: www.jornalvaledoaco.com.br


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br