Ipatinga, 18 de Outubro de 2019
NOTÍCIAS

Com 19 vereadores, Câmara de Ipatinga fica mais eclética

População reelege 8 vereadores e mantém maioria petista; mais votado na cidade nunca tinha disputado uma eleição


Vereadores da atual legislatura reunidos na Câmara: 8 reeleitos e 11 novos parlamentares

Com 19 cadeiras na Câmara, seis a mais que a atual legislatura, Ipatinga teve um bom índice de renovação na eleição de domingo (7), provocado pela derrota de alguns dos atuais vereadores e pelo aumento do número de representantes. O candidato mais votado na cidade foi Werley Glicério Furbino de Araújo (PSD), mais conhecido como Ley do Trânsito (PSD). Ele, que nunca havia disputado uma eleição, obteve 4.148 votos, o que representa um percentual de 3% dos votos válidos. No município, ao todo, 291 candidatos disputaram a preferência do eleitorado.

Junto com Ley do Trânsito, a Câmara irá receber no ano que vem outros 10 novos vereadores, mas alguns dos atuais parlamentares não foram esquecidos. Os eleitores ipatinguenses reelegeram oito representantes. Saulo Manoel (PT) foi o reeleito que recebeu mais votos: 3.340. Além dele, continuam na Casa para a próxima Legislatura: Sebastião Guedes (PT), Agnaldo Bicalho (PT), Roberto Carlos (PV), Nilton Manoel (PSD), Nilsinho (PMDB), Adelson Fernandes (PSB) e José Geraldo Amigão (PV).

As novidades para o próximo mandato serão os eleitos Toninho Felipe (DEM), filho do atual vereador Pedro Felipe, Ademir Cláudio (DEM), Juarez Pires (PT), Nilsin da Transnil (PRTB), Toninho do Bethânia (PC do B), Jadson (PPS), Léo Escolar (PC do B), Lene Teixeira (PT), Fabinho (PSL) e Adiel Oliveira (PPS).

. DIVISÃO PARTIDÁRIA

O Partido dos Trabalhadores (PT) será a maior bancada na Câmara de Ipatinga. A sigla elegeu cinco vereadores nas eleições de 2012, além da prefeita Cecília Ferramenta. Outros três candidatos de partidos coligados ao PT estarão no Legislativo em 2013, o que pode garantir certa governabilidade ao novo governo, que assume em 1º de janeiro. PPS, PV, DEM, PSD, PCdoB, garantiram duas cadeiras cada um.

Entretanto, a prefeita eleita Cecília Ferramenta precisará articular a ampliação da base aliada na Câmara se quiser administrar com certa margem de tranquilidade, já que alguns vereadores eleitos são notoriamente de oposição ao PT ou, pontualmente, pretendem demarcar o campo em relação ao novo governo.

Maria do Amparo (PDT), Pedro Felipe (PTB), Nardyello Rocha (PSD) – que foi candidato a vice de Rosângela Reis –, César Custódio (PT) e Dário Teixeira (PT) deixam a Câmara a partir do próximo ano.

Fonte: http://www.diariopopularmg.com.br/vis_noticia.aspx?id=3193




 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br