Ipatinga, 17 de Janeiro de 2020
NOTÍCIAS

Corredores ipatinguengues vão disputar maratona da Patagônia

- Os atletas se preparam com afinco durante seis meses para disputar a ultramaratona da Patagônia


Daniel Fonseca, Valdecir Nogueira e Antonio Genelhu mais uma vez vão desafiar o limite do homem. A prova terá como obstáculos naturais a temperatura, a altitude e o percurso bem diversificado.

Três atletas de Ipatinga viajam na próxima quarta-feira (10) para a Argentina onde irão disputar ultramaratona da Patagônia, na cidade de San Medin de Los Andes, ao sul da Argentina, no dia 13 de abril. Conhecida como Conrades, a prova é uma das mais difíceis e que exigem mais resistência em toda a América, em função de seus diversos obstáculos naturais.

Daniel Fonseca, Valdecir Nogueira e Antonio Genelhu mais uma vez vão desafiar o limite do homem. Daniel já teve a experiência na África do sul, onde correu a Corrida Conrades (amigos), a mais famosa prova africana de 87 km, Valdecir experimentou o famoso Triatlon no Rio de Janeiro, e Antonio Genelhu completou a corrida de 24 horas percorrendo 145 quilômetros. Agora os três se dedicaram exclusivamente durante 6 meses aos preparativos para juntos competirem na competição de maiores adversidades das Américas. A prova terá como obstáculos naturais a temperatura, a altitude e o percurso bem diversificado.

“Além da distância de 100 km que teremos que percorrer em um prazo de até 22hs, vamos enfrentar vários obstáculos, tais como altitude de 1800mts, temperaturas abaixo de 0 grau, um percurso com terrenos adversos (morros, planícies , riachos, áreas rochosas )”, destaca Valdecir Nogueira sobre a prova que tem início às 00:00hs do sábado.

Foram 6 meses treinando diariamente, mesmo aos fins de semana. Os atletas chegaram a percorrer 150km semanalmente, abrindo mão do lazer com a família e os amigos, superando fadigas, dores musculares e stress decorrentes de overtraining em prol de conquistar a Patagônia.

Daniel Fonseca conferiu em seu cronômetro a façanha de atingir 3000 quilômetros de corrida em um ano e está confiante de ter observado todos os quesitos para realizarem uma prova bem condicionados. “Agradecemos aos orientadores e incentivadores para mais esta experiência e esperamos que o esporte tenha mais apoio na formação das gerações futuras, pois a qualidade de vida, o comportamento e a socialização são reais quando se equilibra a mente o corpo e espiritualidade”, salienta Fonseca.

Fonte: http://www.diariopopularmg.com.br


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br