Ipatinga, 17 de Janeiro de 2020
NOTÍCIAS

Crianças autistas fazem arte

Atividade lúdica promovida com grupo pode se transformar em exposição no fim do ano


Criançada soltou a imaginação nas oficinas de arte

Telas com pinturas de aproximadamente 15 crianças autistas serão expostas na Clínica Comportar, localizada no Centro da cidade. Ao todo, 60 telas foram criadas em uma oficina realizada em comemoração ao Dia do Autismo, celebrado em 2 de abril. A ação foi promovida pela clínica em parceria com o Lions Clube Ipatinga Liberdade. Comandada pelo artista Gunther Estebanez, a oficina contou com apoio da Cenibra, que doou o papel para as telas.

O resultado chamou a atenção e um novo projeto, que está sendo formatado, deverá promover uma exposição no fim do ano com essas e outras telas que serão criadas em futuras oficinas com crianças autistas. É o que informou a fonoaudióloga da clínica, Lidiane Bitencourt. “Vamos expor os trabalhos na clínica e o formato para essa exposição maior ainda está sendo pensado”, disse a fonoaudióloga.

A psicóloga Paula Lucas informa que, além do comprometimento com comunicação e relação com as pessoas, as crianças autistas normalmente não se interessam por brinquedos simbólicos. Por isso, o resultado das oficinas deve ser avaliado como um reflexo positivo do tratamento. “Elas usam brinquedos de um jeito pouco funcional. O simbolismo dos brinquedos é dado por nós. O lúdico também tem que estar na estrutura dos autistas. Nas oficinas percebemos que houve criação. Mas é importante ressaltar que há todo um processo para chegar ao resultado da atividade”, pontuou Paula Lucas.

Distúrbio

Em relação ao autismo, Patrícia Lucas explica que se trata de um distúrbio caracterizado por desenvolvimento atípico. “As crianças típicas adquirem habilidades que são pressupostas para as próximas. Os autistas conseguem desenvolver com dois anos o que deveria ter aos cinco, ou vice-versa. Outra coisa que os marca é o ir e vir. As crianças com autismo podem retroceder na habilidade e depois reconquistá-la”, detalhou.

As pessoas com autismo apresentam comprometimentos em três áreas, conforme informou Patrícia Lucas. São elas comunicação verbal e não verbal, comportamento e relacionamento com as pessoas. A psicóloga enumerou algumas das características que podem ser observadas em crianças com o distúrbio em sua forma clássica. “Aos olhos dos outros elas vão parecer mais birrentas, sem limites. Têm em geral alta tolerância à dor, ou seja, elas se machucam e não choram e fazem movimentos repetitivos. A linguagem falada é muito complicada para muitos deles”, exemplificou.

A fonoaudióloga Lidiane Bitencourt valoriza a importância do diagnostico precoce. “Quando é possível fazer esse diagnóstico há chances de grandes avanços. Vale ressaltar que estamos falando do autismo clássico”, Lidiane Bitencourt.

Perguntada sobre até onde é possível avançar no tratamento, a psicóloga Patrícia Lucas afirmou que cada caso é um caso. “O autismo é desenvolvimento atípico. Essa é uma pergunta que não conseguimos responder. Cada caso é um caso. Independente da situação é importante destacar a supervisão da família”, salientou.

Espectro autista

As especialistas chamam a atenção para casos de espectro autismo, marcado por pouco comprometimento no desenvolvimento de algumas habilidades. “O espectro autista costuma ser metódico ou ‘cheio de manias’, por exemplo. Mas com o diagnóstico correto, adaptação nas atividades o espectro autista consegue avançar. O diagnóstico é mais difícil do que no caso clássico em função dessas características”, frisou Patrícia Lucas.

A fonoaudióloga Lidiane Bitencourt ressalta a importância de o diagnóstico ser feito por profissionais de várias áreas para traçar o tratamento, que deve ter a colaboração da família e da escola. “É preciso fazer o trabalho com a escola na adaptação das atividades. Todos os autistas precisam ser explorados no que tem potencial em detrimento das dificuldades”, concluiu Patrícia Lucas.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br