Ipatinga, 20 de Agosto de 2019
NOTÍCIAS

Associação preserva cultura japonesa em Ipatinga

Instalação de imigrantes japoneses na região é parte da história local


A Associação Nipo-Brasileira de Ipatinga conta com cerca de 60 associados

Hoje, 18 de junho de 2013, comemora-se o Dia da Imigração Japonesa no Brasil, país com a maior colônia nipônica fora da ilha asiática. São 105 anos de história, desde que o navio Kasato Maru trouxe ao Brasil a primeira leva de imigrantes japoneses, em 1908, após negociações entre o Japão e o Brasil. Os nikkeis, japoneses que vivem regularmente no exterior ou descendentes nascidos no exterior, são parte da história de Ipatinga e do Vale do Aço.

Fundada há 46 anos, a Associação Nipo-Brasileira de Ipatinga (ANBI), visa manter viva a cultura da comunidade descendente do país asiático na região. Localizado no bairro Cariru, com cerca de 60 associados, o clube, dentre muitas atividades, desenvolve práticas como o Aikidô, Judô e aula de japonês.

Morador de Timóteo, o gerente industrial Yoshiro Togura, 56 anos, é o atual presidente da ANBI. Descendente direto de japoneses, ele nasceu em São Paulo e veio para Ipatinga, há 24 anos, por oportunidades de trabalho. “Foi depois de um ano que me instalei aqui que conheci o trabalho da associação. Timóteo tinha poucos japoneses e, até então, me sentia bem isolado. Depois que me convidaram para a associação, me permitiu mais espaço”, recorda o presidente.

Togura descreve que entre as tradições mantidas pelo clube está a Bonenkai, ou a “festa para esquecer o ano” – confraternização para refletir sobre os acontecimentos do ano que se finda, enquanto se come boa comida, e com muita diversão. Há, também, o Undokai, gincana poliesportiva popular entre a comunidade japonesa, que ocorre geralmente no fim de julho. A noite do yakisoba é outra festividade promovida pela associação. “Buscamos manter viva a tradição, para que ela não acabe. Vivemos no Brasil e, com o choque de culturas, é inevitável que se percam muitas tradições”, enfatiza o atual presidente da ANBI.

Além das atividades realizadas dentro da associação, há também uma equipe de softbol – desporto parecido com o beisebol, praticado em campo aberto. “Praticamos todos os domingos pela manhã, no horário das 9h às 11h, no campo do Bela Vista”, conta Togura.

Há ainda, na região, cerca de 40 famílias de origem japonesa que não fazem parte do clube, conforme o presidente da ANBI. Ele ressalta que o clube está aberto a toda a comunidade, inclusive a quem não tenha nenhum laço com a cultura nipônica. O grupo se reúne uma vez por mês na rua Colômbia, n° 44, no bairro Cariru. Demais informações podem ser consultadas por meio do telefone (31) 3825-3144 e (31) 9966-5606.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br (atualizada)


 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br