Ipatinga, 25 de Março de 2019
NOTÍCIAS

Espalhando livros, cultura e ideias

Colégio São Francisco Xavier adere ao Bookcrossing e espalha livros gratuitos no HMC e COI


Usuários do Bookcrossing comemoram o sucesso da ideia

Os especialistas no assunto garantem que um livro pode “dar asas à imaginação”. Desde os tempos de escola, o valor de uma boa leitura e a capacidade que ela tem de deixar a imaginação fluir para transformar pensamentos e comportamentos são reconhecidos. Mas você já pensou em “dar asas ao livro”? Parece estranho, mas é justamente essa a ideia do Colégio São Francisco Xavier (CSFX) ao promover o Bookcrossing que, nesta segunda-feira (1º) irá “libertar” 30 obras literárias gratuitas ao público em diferentes pontos do Hospital Márcio Cunha, nas Unidades I e II, e do Centro de Odontologia Integrada, no bairro Horto.

O conceito do Bookcrossing, ou livros viajantes, numa tradução livre do inglês, pode ser resumido como a prática de deixar os livros em locais públicos para que eles possam ser achados pelos leitores. Quem os encontra logo os reconhece pelas etiquetas com a marca do movimento mundial, afixadas na capa, contracapa e interior do livro. É só pegar e levar.

Após a leitura, espera-se que os novos leitores os disponibilizem em outro lugar, da mesma forma que os acharam, continuando o movimento. “O ato de libertar os livros consiste na sua distribuição, provendo acesso à leitura de forma prática, solidária e voluntária para quem gosta de ler ou não tem condições de comprar um livro novo, conquistando cada vez mais novos leitores”, explica o biblioteconomista do CSFX, Paulo Vítor Oliveira.

Criada em 2001 nos Estados Unidos, a prática cresceu como um misto de hobby e rede social de livros. Já está em 132 países, com mais de 9,3 milhões de exemplares registrados e 1,3 milhão de membros cadastrados. O slogan do projeto traduz a ideia: “Transformar o mundo inteiro numa biblioteca”. No Colégio São Francisco Xavier, o projeto começou em agosto de 2012. De lá para cá já foram libertados 50 livros em locais inusitados, como cantina, pátio, corredores, quadras esportivas e recepções.

“É uma sementinha que plantamos, começando pelas unidades da Fundação São Francisco Xavier e que, aos poucos, vai se expandindo para diversos outros locais da cidade. A iniciativa do CSFX é inovadora no Vale do Aço e visa resgatar o hábito de leitura não só no interior da biblioteca, indo além dos muros da escola”, reforça Paulo Vítor, que teve o projeto do colégio aprovado e apresentado na última edição do Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias, em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Faça parte do Bookcrossing

Quem quiser doar um livro, é só entrar no site www.bookcrossing.com.br e se cadastrar seguindo passo a passo. Com o código gerado no cadastro, é possível visualizar as notas dadas pelas pessoas que receberem a doação, comentários e até a indicação de onde o livro foi deixado. “Pela internet, eu soube de um livro libertado numa clínica do bairro Cidade Nobre, por meio do depoimento de uma aluna”, completa Paulo Vítor.

O site ainda dá dicas de pontos de Bookcrossing existentes em todo o país e de como criar novos locais na cidade onde se vive, por exemplo. Uma excelente iniciativa cultural para quem deseja tirar os livros que já leu da prateleira, espantar a poeira e oportunizar a outras pessoas darem asas à imaginação, sejam elas conhecidas ou não.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br




 

Copyright © 2012 Todos os Direitos Reservado - www.euamoipatinga.com.br
Eu Amo Ipatinga - E-mall : contato@euamoipatinga.com.br